São Francisco do Conde – Aspectos naturais

Ilha de Cajaíbas

IIha de Cajaíba:  A época mais marcante da história desta ilha se deu quando era propriedade do temido Barão de Cajaiba, considerado o mais cruel senhor de engenho de toda a Bahia. A casa grande, a senzala e o engenho em si, rodeados de palmeiras imperiais, estão preservados, e é possivel vê-los do outro lado da cidade.

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto) Ilha de Cajaibas

( Acervo do projeto)
Ilha de Cajaibas

Ilha das Fontes

A Ilha das Fontes é  conhecida por suas fontes de água mineral,conserva ruínas de um antigo engenho pertencente a um grupo de lavradores, que dá livre acesso a visitantes.

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

Ilha Bimbarras

A Ilha Bimbarras é uma ilha  particular  e segundo informações   faz parte de um projeto de preservação da Mata Atlântica, habitat de várias espécies raras de pássaros. Nela existe uma fazenda voltada para a pecuária, o cultivo de árvores frutíferas e a maricultura.

( Acervo do projeto) Ilha de Bimbarras

( Acervo do projeto)
Ilha de Bimbarras

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

Antiga Escola Agricola

A primeira Escola Agrícola da America Latina, situada na localidade conhecida como São Bento das Lajes.
( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

Imagens da beira do mangue na comunidade conhecida como São Bento das Lajes.

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Saindo do distrito de Santo Estevão, onde tem-se uma visão linda das  ilhas da redondeza, seguimos rumo as ilhas de Mª Guarda e Bimbarras).
Anúncios

São Francisco do Conde – Aspectos naturais

São Francisco do Conde encanta pela exuberância natural, pelos Engenhos e construções religiosas que compõem o potencial turístico da cidade. A Fazenda Engenho D’Água, por exemplo, é um conjunto arquitetônico datado do início do século XIX, constituído por casa grande, capela, casa dos trabalhadores, senzala e uma grande área de lazer. A propriedade que pertenceu por muitos anos à família Bulcão, origem dos três barões de São Francisco, hoje é aberta a visitação e eventos em geral como os corporativos religiosos, casamentos entre outros eventos.

Fazenda Engenho D´agua

( Acervo do projeto) Fazenda Engenho D´a gua

( Acervo do projeto)
Fazenda Engenho D´a gua

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( Acervo do projeto)

( A relação turistas x natureza  e a nova tradição da fazenda o Forró do Engenho. Nesse vídeo é possível ver uma paisagem exuberante de  boa parte da fazenda ).
( Utilizada como uma área exterior a casa, o espaço possibilita uma  proximidade com a natureza, além da pela paisagem  de muito verde ao redor).

Cachoeira da Vitória.


A Cachoeira da Vitória, formada pelo rio do mesmo nome, tem três pequenas quedas d’água de volumes diferentes.Já foi a mais alta com cerca de 4 metros, porém uma forte enchente no Rio Paraguaçu mudou o seu traçado e a queda livre.
Como Chegar: é só seguir uma trilha beirando a margem direita do Rio Vitória ou, para os adeptos de aventura, fazer uma pequena caminhada pelo leito do rio.

Trecho da transcrição de Márcio Artesão:
.. Aqui tem o patrimônio arquitetônico,o artístico e cultural e o natural.Só de cachoeira que eu conheço,eu conheço em torno de 22,fora as outras que tem mais ai perdida pelo meio do mato.São cento e poucas nascentes que tem em Santo Amaro..no município.Quer dizer o que é que falta? Trabalha o turismo..

Cachoeira Mãe D’àgua (Cachoeira do Urubu).


Uma das belezas naturais de Santo Amaro é a  Cachoeira Mãe D’água, também conhecida como Cachoeira do Urubu possui cinco quedas d’águas, sendo que a principal tem cerca de 50 metros de desnível.O local é o paraíso dos esportes radicais, ao longo do rio Sergi, os visitantes podem desfrutar de tobogãs, saltos, trekking, cascading no canyon e rapel.
Como chegar: o espaço cultural Lucky 33, um bar-lanchonete de onde se avista o começo da linha do trem, funciona como ponto de partida e chegada dos trilheiros.É preciso percorrer 10 km de via férrea que liga Santo Amaro a Cachoeira, a partir da estação da Rede Ferroviária; chegando ao quilômetro 88, a trilha segue pelo o rio Sergi até a Cachoeira.
Dicas: de acesso difícil, é necessário o acompanhamento de um guia da região que pode ser solicitado na Prefeitura de Santo Amaro.
Também faça contato com a rede ferroviária e solicite um ‘’pirulito’’ para andar pelos trilhos (caso contrário, serão 10 km a pé pelos trilhos).
Para os adeptos de ecoaventuras, é indispensável a contratação de uma empresa especializada em esportes radicais.